Zâmbia e África do Sul – o fascínio desses lugares

Imagine viajar para lugares que combinam praia, safari e cataratas. É possível encontrar tudo isso e muito mais no sul da África! Repleta de  belezas naturais, as paisagens da Zâmbia variam entre as exuberantes selvas cheias de animais silvestres até os lagos e cachoeiras. A Zâmbia é considerada um dos países mais seguros para se visitar do planeta, o que faz dela uma ótima opção de safári para famílias, amigos e, até mesmo, para pessoas viajando sozinhas.

 

Já a África do Sul é conhecida por ter as mais modernas metrópoles do continente Africano e, ainda assim, possuir os mais exóticos vilarejos. Além disso, suas praias de areias brancas e ondas azuis ficam há poucos quilômetros das montanhas icônicas e imensas savanas. É o  lugar perfeito para quem quer vivenciar diferentes experiências. Conheça um pouco mais sobre a Zâmbia e a África do Sul no nosso post de hoje!

 

Zâmbia

 

Este país acolhedor possui as maiores fontes de água de todo o sul da África, contendo cinco lagos imensos e inúmeros rios. O resultado de tudo isso é um cenário com selvas exuberantes e grande concentração de fauna silvestre. A Zâmbia tem 17 cachoeiras grandiosas, como, por exemplo, a espetacular Victoria Falls.

Resultado de imagem para zambia

O país também compartilha com Zimbábue grande parte da extensão do rio Zambeze e do lago Kariba. Os imensos recursos hídricos naturais da Zâmbia são excelentes para a pesca do peixe-tigre africano, a pesca com mosca, safáris em canoas, passar férias em barcos-casas, fazer rafting em águas cristalinas, andar de caiaque, praticar bungee jump e surfar no rio.

Imagem relacionada

Lusaka, a capital da Zâmbia, representa uma autêntica cidade africana, onde tanto o tradicional quanto o moderno se misturam em suas paisagens. Lusaka, não é uma grande atração turística, mas é dessa capital que, geralmente, os turistas partem para a zona rural africana, onde encontram com a natureza preservada.

 

No entanto, a cidade possui ótimas feiras de artesanato e de arte africana. A vida noturna é bastante boa, oferecendo diversos clubes e pubs, onde os turistas podem se divertir com os amigos. Lusaka, não é a pior cidade do mundo para curtir as férias, mas é importante ressaltar que as principais atrações, sem sombras de dúvida, são os parques naturais, alguns dos melhores do continente.

Resultado de imagem para lusaka zambia

A natureza da Zâmbia é considerada uma das mais intactas da África, tendo a impressionante marca de 30% do território sendo destinado para reservas e parques naturais. A Zâmbia possui 20 parques nacionais e 34 reservas naturais, incluindo, entre eles, o parque nacional South Luangwa, o Kafue e o Lower Zambeze, elencados entre os melhores parques do mundo.

Resultado de imagem para South Luangwa

A Zâmbia tem as províncias do norte bastante remotas, com o comércio pouco desenvolvido. As estradas que levam às grandiosas cataratas não são asfaltadas, oferecendo aos turistas uma verdadeira aventura que começa logo no caminho. Os moradores dos vilarejos locais são sempre muito prestativos, dispostos a explicar aos turistas estrangeiros porque as quedas d’água são sagradas para eles. A única maneira de verdadeiramente explorá-las é alugando um carro off-road. Para isso, é necessário ter certeza de que sabe ler mapas, pois o GPS nem sempre terá recepção via satélite.

 

O país pode não ter acesso ao mar, mas o que não falta são recursos hídricos. O lindo lago Tanganica é o mais extenso do mundo, e os lagos  Kariba e Mweru são destinos turísticos fantásticos, oferecendo vários tipos de experiências. No primeiro lago, é possível pescar, andar de barco e fazer diversos esportes aquáticos, já no segundo se encontra um lindo cenário, com vilarejos rurais repleto de casinhas coloridas e aves aquáticas.

 

Na zâmbia correm três grandes rios. Dois deles, os rios Kafue e Luangwa, formam as fontes de águas primárias dos parques nacionais Kafue e Luangwa. Os rios da Zâmbia são cheios de vida selvagem, com hipopótamos, crocodilos, aves e muitos outros animais que se aglomeram ao redor deles para beber água.

Resultado de imagem para Kafue

O terceiro e mais famoso rio da Zâmbia é o Zambeze, com a quarta maior rede hidrográfica do continente. O rio atravessa três países africanos e tem uma enorme riqueza natural, o que faz dele uma linda atração que vale a pena conhecer. Esportes aquáticos, passeios de barco e pescaria são algumas das atividades que podem ser feitas no Zambeze.

 

A Zâmbia oferece diversas formas de vivenciar a vida silvestre, como, por exemplo, nos tradicionais safáris em veículos 4×4, a pé, a bordo de canoas, em barcos-casas e em mokoros. Uma verdadeira e única experiência de safári.

 

África do Sul

 

Localizada no extremo sul do continente africano, a África do Sul tem uma enorme variedade de destinos turísticos que agradam a todos os tipos de gostos. O país é muito famoso pelas reservas repletas de animais selvagens, como o Kruger National Park, a Sabi Sand e a Timbavati. É também um dos melhores lugares do mundo para praticar golfe, pois possui campos de primeira categoria com cenários deslumbrantes.

Resultado de imagem para Kruger National Park

Com uma localização perfeita livre do foco da malária, a África do Sul oferece aos visitantes uma ótima opção de férias e safáris para famílias com crianças. A Cidade do Cabo proporciona aos visitantes uma ótima oportunidade para uma breve folga, podendo mesclar ao roteiro outras opções de pontos turísticos, como a região de Cape Winelands e a Garden Route. Uma das razões que faz da África do Sul um destino turístico perfeito é o fato de adequar-se a quase todos os tipos de orçamentos e de gostos.

Resultado de imagem para cidade do cabo

Assim como a Zâmbia, a África do Sul é um excelente lugar para safáris, com mais de 20 parques nacionais (excluindo as reservas particulares), mais de 3% do território total do país é destinado às reservas de animais selvagens, só o Kruger National Park é do tamanho de Israel. A vasta extensão de terra e os diversos recursos preservados asseguram que os turistas possam vivenciar uma autêntica expedição de safári, em que é possível observar os animais em seu habitat natural, passeando livremente sem a interferência humana.

 

É importante ressaltar que muitas reservas de animais selvagens trabalham em conjunto com as comunidades locais. Por isso, visitá-las não somente ajuda a proteger as espécies ameaçadas de extinção como também fortalece as comunidades locais através de diversos projetos. Ao fazer um safári na África do Sul, o turista estará exercendo um impacto positivo apenas por ter ido e aproveitado essa experiência.

 

Conhecida como a Cidade Mãe da África do Sul, a Cidade do Cabo é também a mais antiga do país. Locais como a Table Mountain e a Robben Island (local onde Nelson Mandela foi aprisionado) são, atrações turísticas indispensáveis, assim como as praias, os shoppings de categoria internacional, a excelente culinária e os esportes radicais. A Cidade do Cabo fica a apenas 120 km de distância da meca da África para observação das baleias, em Hermanus. Além disso, fica a apenas 40 minutos de carro da região de Cape Winelands.

 

A África do Sul é um país bastante seguro e heterogêneo, com aeroportos, shoppings e hospitais. As cidades são cosmopolitas, não ficando atrás de países de primeiro mundo nos quesitos de conforto e comodidades. Há inúmeras razões para explorar e conhecer melhor a África do Sul.